• banner bolsa de estudo
  • banner aprovação medicina
  • banner aprovados unicamp
  • banner aprovados

Tira Dvidas

  • Compartilhar
  • Oficina do Estudante no Facebook
  • Oficina do Estudante no Twitter
  • Imprimir Imprimir

Segunda fase da Unicamp: quais temas podem cair?

01 de Dezembro de 2023

As provas da segunda fase da Unicamp acontecem nos dias 3 e 4 de dezembro e os professores do Curso e Colégio Oficina do Estudante não são videntes, mas fizeram previsões de temas, que podem ser cobrados, em todas as disciplinas. Que tal saber mais?

História

O professor Marcus Vinícius de Morais diz que a interpretação deverá estar em evidência. “A ideia de um mundo textualizado e, portanto, capaz de ser lido, tende a aparecer, assim como análise de imagens, trechos de páginas da internet, jornais, poemas, letras de músicas e charges, além, é claro, de documentos históricos e historiografia.” disse e alertou que pode ser cobrada alguma questão sobre América Espanhola.

Física

O assunto que mais cai é Mecânica, segundo Wander Azanha. “Trabalho e energia, cinemática (movimento uniforme), dinâmica (Leis de Newton), impulso, quantidade de movimento e hidrostática. Imagino que algum destes temas devem ser questionados,” enumera e acrescenta que calorimetria; gases; dilatação térmica; eletrodinâmica, as leis de ohm e circuitos, eletrostática, com a presença do campo elétrico uniforme; óptica, espelhos planos e esféricos; ondulatória e magnetismo merecem destaque.

Gramática e Interpretação de Texto

De acordo com a professora Liliane Negrão, devem cair: identificação de valores intencionais do autor subjacentes ao texto; análise sintática e morfológica atreladas ao sentido e figuras de linguagem. 

Matemática

Mário Fernandes, professor de Matemática, projeta dois tópicos-chave que devem ser abordados nas três provas: geometria plana e funções. “A Unicamp, além destes, deve cobrar geometria espacial, progressões e polinômios.”

Humanidades

Na Unicamp, o professor Silvio Sawayapoderemos encontrar temáticas, como: cidadania, movimentos sociais, questões raciais, interseccionalidade, diversidade cultural, filosofia política clássica e Iluminismo.

Química

Tathiana Guizellini explica que interpretar corretamente tabelas, gráficos, imagens e esquemas é a chave da prova e os conteúdos mais cobrados dos últimos anos foram concentração de soluções, equilíbrio químico e termoquímica. "O conhecimento do aluno será usado para resolver problemas e explicar fenômenos ambientais, sociais e de desenvolvimento tecnológico." 

Literatura

“Podem ser cobradas questões de obras já consagradas da lista, como "Seminário dos ratos", de Lygia Fagundes Telles, e "O Ateneu", de Raul Pompeia, e as obras novas que não apareceram na primeira fase, por exemplo, canções de Cartola e "Alice no país das maravilhas", de Lewis Carroll”, explicou André Barbosa.

Biologia

Gustavo Camacho acredita que Biologia Celular, Fisiologia Animal e Humana, Ecologia e Genética devem cair. E ainda dá dicas: “De acordo com o edital, os temas seguintes são exclusivos da segunda fase, como divisão celular, poluição e biotecnologia. Vale a pena apostar que eles, provavelmente, darão as caras nas questões discursivas”.

Inglês

“As provas da Unicamp, tradicionalmente, relacionam as questões de língua estrangeira com Ciências Humanas e Ciências da Natureza e abordam assuntos atuais” explicou o professor Márcio Pantoja.

Geografia

Questões sobre urbanização, população mundial, agropecuária, Amazônia, relevo brasileiro e clima podem ser cobradas na prova, de acordo com Daniel Simões. “Indígenas, parques nacionais, reservas ambientais e extrativistas, atividades de mineração e, também, outras atividades econômicas que tenham algum impacto na região, desmatamento e fronteira agrícola.”

As provas da segunda fase da Unicamp acontecem nos dias 3 e 4 de dezembro e os professores do Curso e Colégio Oficina do Estudante não são videntes, mas fizeram previsões de temas, que podem ser cobrados, em todas as disciplinas. Que tal saber mais?

História

O professor Marcus Vinícius de Morais diz que a interpretação deverá estar em evidência. “A ideia de um mundo textualizado e, portanto, capaz de ser lido, tende a aparecer, assim como análise de imagens, trechos de páginas da internet, jornais, poemas, letras de músicas e charges, além, é claro, de documentos históricos e historiografia.” disse e alertou que pode ser cobrada alguma questão sobre América Espanhola.

Física

O assunto que mais cai é Mecânica, segundo Wander Azanha. “Trabalho e energia, cinemática (movimento uniforme), dinâmica (Leis de Newton), impulso, quantidade de movimento e hidrostática. Imagino que algum destes temas devem ser questionados,” enumera e acrescenta que calorimetria; gases; dilatação térmica; eletrodinâmica, as leis de ohm e circuitos, eletrostática, com a presença do campo elétrico uniforme; óptica, espelhos planos e esféricos; ondulatória e magnetismo merecem destaque.

Gramática e Interpretação de Texto

De acordo com a professora Liliane Negrão, devem cair: identificação de valores intencionais do autor subjacentes ao texto; análise sintática e morfológica atreladas ao sentido e figuras de linguagem. 

Matemática

Mário Fernandes, professor de Matemática, projeta dois tópicos-chave que devem ser abordados nas três provas: geometria plana e funções. “A Unicamp, além destes, deve cobrar geometria espacial, progressões e polinômios.”

Humanidades

Na Unicamp, o professor Silvio Sawayapoderemos encontrar temáticas, como: cidadania, movimentos sociais, questões raciais, interseccionalidade, diversidade cultural, filosofia política clássica e Iluminismo.

Química

Tathiana Guizellini explica que interpretar corretamente tabelas, gráficos, imagens e esquemas é a chave da prova e os conteúdos mais cobrados dos últimos anos foram concentração de soluções, equilíbrio químico e termoquímica. "O conhecimento do aluno será usado para resolver problemas e explicar fenômenos ambientais, sociais e de desenvolvimento tecnológico." 

Literatura

“Podem ser cobradas questões de obras já consagradas da lista, como "Seminário dos ratos", de Lygia Fagundes Telles, e "O Ateneu", de Raul Pompeia, e as obras novas que não apareceram na primeira fase, por exemplo, canções de Cartola e "Alice no país das maravilhas", de Lewis Carroll”, explicou André Barbosa.

Biologia

Gustavo Camacho acredita que Biologia Celular, Fisiologia Animal e Humana, Ecologia e Genética devem cair. E ainda dá dicas: “De acordo com o edital, os temas seguintes são exclusivos da segunda fase, como divisão celular, poluição e biotecnologia. Vale a pena apostar que eles, provavelmente, darão as caras nas questões discursivas”.

Inglês

“As provas da Unicamp, tradicionalmente, relacionam as questões de língua estrangeira com Ciências Humanas e Ciências da Natureza e abordam assuntos atuais” explicou o professor Márcio Pantoja.

Geografia

Questões sobre urbanização, população mundial, agropecuária, Amazônia, relevo brasileiro e clima podem ser cobradas na prova, de acordo com Daniel Simões. “Indígenas, parques nacionais, reservas ambientais e extrativistas, atividades de mineração e, também, outras atividades econômicas que tenham algum impacto na região, desmatamento e fronteira agrícola.”