De Olho no Enem estreia falando sobre Resumo e Revisões

De Olho no Enem estreia falando sobre Resumo e Revisões

A Oficina do Estudante lançou, nesta semana, o programa “De Olho no Enem”.

CLIQUE AQUI E ASSISTA O 1º EPISÓDIO NA ÍNTEGRA!

Nele, os vestibulandos terão acesso a conteúdo especiais, com dicas, observações e comentários que contribuirão – e muito – para sua aprovação no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

SAIBA MAIS SOBRE O ENEM!

O primeiro episódio teve como temática RESUMO e REVISÕES, sendo apresentado pelo diretor pedagógico do Curso Pré-Vestibular da Oficina do Estudante, Daniel Cecílio.

As orientações foram dadas pelo orientador pedagógico e professor de História, Alfredo Terra Neto, conhecido pelos alunos como Neto.

Leita também: Como saber se minha nota do Enem é suficiente?

Porque falar de RESUMOS e REVISÕES?

Neto: “Tradicionalmente, o Enem ocorre em novembro, e os cursos preparatórios começam em março. Então, se o aluno não conseguir fazer resumos e revisões, acontece de grande parte das matérias vistas no primeiro semestre não ficarem consolidadas na sua cabeça”.

É obrigatório fazer resumo?

Neto: “Não é obrigatório fazer resumo. Mas, um resumo bem feito, contendo os principais pontos da matéria estudada, vai permitir ao estudante memorizar o assunto com maior facilidade e resgatá-lo de forma mais rápida no futuro.”

Como fazer resumo?

Neto: “Não existe uma técnica específica ou melhor para fazer resumo. Contudo, o resumo deve ser algo menor que a aula, pequeno, como o nome diz.

> ATENTE-SE!

Uma dica valiosa é que o resumo deve ter a extensão máxima de uma folha de sulfite!

O que colocar no resumo?

Neto: “O estudante deve colocar no resumo o que achou mais difícil na aula.”

>ENTENDA!

O resumo não é a primeira parte do processo, que é o estudo e a tentativa de compreensão do assunto.

Confira atitudes que fazem a diferença nos vestibulares e Enem!

Já fiz resumo e não adiantou!

Neto: “O segredo para a efetividade do resumo é fazer a revisão dele. Cada tema que exija revisão, deve ser revisado quatro vezes. O intervalo entre cada revisão precisa ser de sete dias.”

Dica importante: fazer o resumo não pode ‘roubar’ tempo da realização de exercícios. É um erro gigantesco!

Compartilhe esse Post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *