• banner bolsa de estudo
  • banner aprovação medicina
  • banner aprovados unicamp
  • banner aprovados

Bixo Aprovado

  • Compartilhar
  • Oficina do Estudante no Facebook
  • Oficina do Estudante no Twitter
  • Imprimir Imprimir

PEDRO LEITE DE FARIAS - MEDICINA | UNESP


Pedro Leite de Farias estudou no pr-vestibular e, aos 21 anos, depois de muito esforo, estudos e dedicao, foi possvel comemorar a aprovao em Medicina na Universidade Estadual Paulista (Unesp).

Muito sucesso nessa nova etapa, Pedro, esperamos que voc se torne um grande mdico e no se esquea de ns!



Oficina: Voc fez um ano de cursinho seguido do Ensino Mdio? O que motivou voc a fazer curso pr-vestibular?

Aluno: Sim, na verdade iniciei o cursinho concomitantemente 3 srie do Ensino Mdio no Noturno no Oficina, e em seguida fiz mais 4 anos no Oficina, alternando entre Extensivo Manh, Semi Tarde e Extensivo Medicina no Oficina tambm. A minha motivao para fazer cursinho foi a necessidade que a aprovao no meu curso superior (Medicina) exigia: muito contedo e experincia com a prova do vestibular.

Oficina: Qual foi a sua sensao ao ver seu nome na lista de aprovados? E por que a escolha pela Medicina?

Aluno: Primeiramente foi um choque, no esbocei muita emoo no momento e senti um estranhamento, pois foram muitos anos tentando e, de repente, aconteceu. Demorou um tempo para cair a ficha e conseguir comemorar. Porque me identifiquei muito com a profisso, tanto pelas aptides, rea da sade, vivncias de pessoas prximas e as experincias adjacentes que a Medicina poderia me oferecer.

Oficina: Como foi fazer parte da Turma Medicina? Conte sobre a sua rotina e como foi o seu ano de estudos.

Aluno: Fazer parte da Turma Medicina foi um ponto de virada. No primeiro ano nessa turma, meu desempenho cresceu exponencialmente com a maior grade horria, vasta disponibilidade de plantonistas e timo acompanhamento de orientao que mudaram tudo pra mim - tanto que a minha rotina de estudos consistia em estudar o contedo das aulas, focar em fazer muitas questes e provas antigas, e tirar todas minhas dvidas com os plantonistas - e j obtive timos resultados. E no segundo ano na turma, o foco foi equilibrar as minhas prioridades de sade mental e esforos para aprimorar meu desempenho, com a ajuda de grande parte do corpo docente tambm, o que enfim resultou na minha aprovao.

Oficina: Como a Oficina do Estudante ajudou voc a conquistar a vaga? Tem algum professor que voc queira destacar na sua jornada de Oficina? Se sim, conte quem , o motivo ou algo que ele tenha falado e marcado voc.

Aluno: A Oficina acompanhou 100% da minha jornada. Me ensinou e me forneceu todo o apoio necessrio (educacional, psicolgico e em vivncias) para atingir a minha atual etapa da vida acadmica. Ento, eu no conseguiria nomear apenas um, pois foram muitos aqueles que me marcaram. Em especial, eu gostaria de destacar os professores: Cludia, de Matemtica; Gustavo, de Biologia; Seb, de Geografia; Pantoja; Maluf, de Literatura e Marquinhos, de Histria. Eles transmitiram, cada um sua maneira, uma empatia que foi essencial para continuar prosseguindo e no desistir. Como dizia a minha grande me do cursinho: A gente no vai largar o osso! RANGEL, Cludia.

Oficina: Qual dica / quais dicas voc pode dar para quem tem o objetivo de passar numa universidade pblica?

Aluno: Saiba equilibrar as suas prioridades do cursinho e as prioridades psicolgicas. No possvel ir bem no vestibular tanto no sabendo o contedo e conhecendo a prova, quanto estando muito abalado psicologicamente. essencial proteger o seu emocional e psicolgico para que tudo o que voc sabe seja transmitido realmente para as provas.