• banner bolsa de estudo
  • banner aprovação medicina
  • banner aprovados unicamp
  • banner aprovados

Tira Dúvidas

  • Compartilhar
  • Oficina do Estudante no Facebook
  • Oficina do Estudante no Twitter
  • Imprimir Imprimir

Estados do Brasil

09 de Agosto de 2019

Por Rafaela Sousa 
Mundo Educação/ UOL 
 
Os estados do Brasil são, segundo definição do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, entidades autônomas que possuem seus próprios governos, bem como suas próprias constituições. Juntos, formam a República Federativa do Brasil. São também denominados unidades federativas.

O Brasil já passou por diversas regionalizações, as quais mudaram a configuração do território brasileiro ao longo dos anos. A atual regionalização está relacionada com a Constituição Federal de 1988, na qual alguns estados surgiram e outros territórios foram elevados à categoria de estado.

Siglas
Acre: AC
Alagoas: AL
Amapá: AP
Amazonas: AM
Bahia: BA
Ceará: CE
Espírito Santo: ES
Goiás: GO
Maranhão: MA
Mato Grosso: MT
Mato Grosso do Sul: MS
Minas Gerais: MG
Pará: PA
Paraíba: PB
Paraná: PR
Pernambuco: PE
Piauí: PI
Rio de Janeiro: RJ
Rio Grande do Norte: RN
Rio Grande do Sul: RS
Rondônia: RO
Roraima: RR
Santa Catarina: SC
São Paulo: SP
Sergipe: SE
Tocantins: TO
Distrito Federal: DF

Capitais
Acre: Rio Branco
Alagoas: Maceió
Amapá: Macapá
Amazonas: Manaus
Bahia: Salvador
Ceará: Fortaleza
Espírito Santo: Vitória
Goiás: Goiânia
Maranhão: São Luís
Mato Grosso: Cuiabá
Mato Grosso do Sul: Campo Grande
Minas Gerais: Belo Horizonte
Pará: Belém
Paraíba: João Pessoa
Paraná: Curitiba
Pernambuco: Recife
Piauí: Teresina
Rio de Janeiro: Rio de Janeiro
Rio Grande do Norte: Natal
Rio Grande do Sul: Porto Alegre
Rondônia: Porto Velho
Roraima: Boa Vista
Santa Catarina: Florianópolis
São Paulo: São Paulo
Sergipe: Aracaju
Tocantins: Palmas
Distrito Federal: Brasília (capital do país e sede do governo)

Quantos estados tem o Brasil?
Atualmente, o Brasil é dividido em 26 estados e o Distrito Federal, ao todo são 27 unidades federativas. Contudo, o território brasileiro nem sempre foi organizado dessa forma. Entre os anos de 1500 e 1822 (período colonial), o Brasil não existia como uma nação. A parte conhecida do país era de posse do governo português e também do espanhol, tendo sido dividida em capitanias hereditárias.

Por volta de 1789, houve modificações na organização do território com a expansão territorial proporcionada pelo Tratado de Madri, e nomes como Grão-Pará e São Paulo já eram conhecidos no território brasileiro. A partir de 1889, os contornos do Brasil estavam mais próximos dos que conhecemos atualmente. A região do Grão-Pará foi extinta e deu origem à província do Pará e à província do Amazonas. Foi a partir da Proclamação da República, em 1889, que as províncias brasileiras tornaram-se estados, oficializados por meio da Constituição de 1891.

Em 1942, criaram-se o território de Rio Branco (que, depois, elevou-se à categoria de estado e foi nomeado Roraima) e o arquipélago de Fernando de Noronha. A partir de 1943, o Acre torna-se um território administrado pelo governo brasileiro. No ano de 1960, o território do estado de Goiás foi desmembrado, na divisa, do território do estado de Minas Gerais, passando a abrigar então a capital do país, Brasília, sediada no que ficou conhecido como Distrito Federal. No ano de 1962, o território do Acre elevou-se à categoria de estado. No ano de 1977, a parte sul do estado do Mato Grosso deu origem ao estado do Mato Grosso do Sul. Em 1991, foi criado o estado de Rondônia.

A atual configuração do território brasileiro deu-se a partir da Constituição Federal de 1988. Amapá e Roraima foram elevados à categoria de estado. Fernando de Noronha foi integrado ao estado de Pernambuco. O estado de Goiás foi novamente desmembrado e sua porção norte deu origem ao estado do Tocantins.

Regiões do Brasil
O Brasil é dividido, segundo o IBGE, em cinco regiões. Essas representam agrupamentos de estados que possuem características semelhantes, as quais, em conjunto, permitem uma melhor análise e interpretação de dados de suas áreas comuns e, consequentemente, de suas respectivas regiões. Ao contrário dos estados, as regiões não possuem um governo ou representantes jurídicos, representando apenas a união das unidades federativas que se assemelham de acordo com diversos fatores.

1) Norte
É a maior região em extensão territorial, correspondendo a, aproximadamente, 45,2% do território nacional, segundo o IBGE. Compreende sete estados: Amazonas, Acre, Amapá, Tocantins, Pará, Roraima e Rondônia. Para saber mais sobre isso, leia o texto: Região Norte do Brasil

Acre: possui cerca 164.123,738 km² e uma população estimada em 869.265 habitantes. Quem nasce nesse estado é acreano. Possui 22 municípios.

Amazonas: possui, aproximadamente, 1.559.146 km² e uma população estimada em 4.080.611 habitantes. Quem nasce nesse estado é amazonense. Apresenta 62 municípios.

Amapá: possui cerca de 142.828 km² e uma população estimada em 829.494 habitantes. Quem nasce nesse estado é amapaense. Apresenta 16 municípios.

Tocantins: abrange uma área de 277.620 km² e possui uma população estimada em 1.550.194 habitantes. Quem nasce nesse estado é tocantinense. Possui 139 municípios.

Pará: apresenta cerca de 1.247.954 km² e uma população total de 8.578.051 habitantes. Quem nasce nesse estado é paraense. Possui 144 municípios.

Roraima: possui 224.300 km² e uma população de, aproximadamente, 576.568 habitantes. Quem nasce nesse estado é roraimense. Apresenta 15 municípios.

Rondônia: apresenta cerca de 237.590 e uma população estimada em 1.787.279 habitantes. Quem nasce nesse estado é rondoniense. Possui 52 municípios.

2) Nordeste
É a região com maior número de estados e a terceira maior do país, correspondendo a, aproximadamente, 18% do território brasileiro, segundo o IBGE. Compreende nove estados, sendo eles: Maranhão, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Alagoas, Sergipe e Bahia. Para saber mais sobre isso, leia o texto: Região Nordeste do Brasil.

Ceará: tem uma área estimada em 148.920 km² e uma população de 9.075.649 habitantes. Quem nasse nesse estado é cearense. Possui 184 municípios.

Alagoas: possui cerca 27.848 km² e uma população estimada em 3.322.820 habitantes. Quem nasce nesse estado é alagoano. Apresenta 102 municípios.

Bahia: apresenta uma área de 584.733 km² e população de, aproximadamente, 14.812.617 habitantes. Quem nasce nesse estado é baiano. Possui 417 municípios.

Maranhão: possui uma área de, aproximadamente, 331.937 km² e uma população de cerca de 7.035.055 de habitantes. Quem nasce nesse estado é maranhense. Apresenta 217 municípios.

Paraíba: abrange uma área de 56.469 km² e tem de 3.996.496 habitantes. Quem nasce nesse estado é paraibano. Possui 223 municípios.

Pernambuco: compreende uma área de, aproximadamente, 98.149 km² e tem cerca de 9.496.294 de habitantes. Quem nasce nesse estado é pernambucano. Possui 185 municípios.

Piauí: possui 251.577 km², aproximadamente, e uma p

opulação de 3.264.531 habitantes. Quem nasce nesse estado é piauiense. Apresenta 224 municípios.

Rio Grande do Norte: abrange uma área de, aproximadamente, 52.811 km² e tem uma população total de 3.479.010 habitantes. Quem nasce nesse estado é norte-rio-grandense ou potiguar. Possui 167 municípios.

Sergipe: possui uma área de cerca de 21.915 km² e um total de 2.278.308 habitantes. Quem nasce nesse estado é pernambucano. Apresenta 75 municípios.

3) Centro-Oeste
É a segunda maior região do Brasil, territorialmente, com uma área de cerca de 1.606.403 km². Compreende três estados, sendo eles: Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. Além deles, nessa região localiza-se também o Distrito Federal. Para saber mais sobre isso, ler o texto: Região Centro-Oeste do Brasil.

Goiás: compreende uma área de 340.111 km² e uma população estimada em 6.991.161 habitantes. Quem nasce nesse estado é goiano. Possui 246 municípios.

Mato Grosso: possui uma área de 903.378 km² e, aproximadamente, 3.441.998 habitantes. Quem nasce nesse estado é mato-grossense. Possui 141 municípios.

Mato Grosso do Sul: abrange uma área de, aproximadamente, 357.145 km² e uma população total de 2.478.023 habitantes. Quem nasce nesse estado é sul-mato-grossense. Possui 77 municípios.

- Distrito Federal (unidade federativa): possui cerca de 5.779 km² e uma população total de 3.039.444 habitantes. Quem nasce no Distrito Federal é brasiliense.

4) Sudeste
É a segunda menor região do país em extensão territorial, ao passo que é a região de maior relevância econômica, considerada o centro de desenvolvimento do Brasil, responsável por cerca de 55,2% do Produto Interno Bruto. É composta por quatro estados: Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo. Para saber mais sobre isso, leia o texto: Região Sudeste do Brasil.

Espírito Santo: possui uma área de 46.095 km² e uma população total de 4.016.356. Quem nasce nesse estado é capixaba ou espírito-santense. Apresenta 78 municípios.

Minas Gerais: apresenta uma área de 586.522 km² e cerca de 21.119.536 de habitantes. Quem nasce nesse estado é mineiro. Possui 853 municípios.

Rio de Janeiro: compreende uma área de, aproximadamente, 43.780 km² e uma população total de 16.718.956 habitantes. Quem nasce nesse estado é fluminense. Possui 92 municípios.

São Paulo: abrange uma área de 248.222 km² e um total aproximado de 45.538.936 habitantes. Quem nasce nesse estado é paulista. Possui 645 municípios.

5) Sul
É a menor região do Brasil em extensão territorial correspondendo a, apenas, 6,8% do território brasileiro. Compreende três estados: Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

Paraná: apresenta uma área de, aproximadamente, 199.307 km² e uma população total de 11.348.937 habitantes. Quem nasce nesse estado é paranaense. Possui 399 municípios.

Santa Catarina: abrange uma área de 95.736 km² e apresenta uma população total de 6.910.553 habitantes. Quem nasce nesse estado é catarinense. Possui 295 municípios.

Rio Grande do Sul: compreende uma área de, aproximadamente, 281.730 e uma população total de 11.329.605 habitantes. Quem nasce nesse estado é gaúcho ou sul-rio-grandense. Possui 497 municípios.

Principais estados brasileiros
Para pautar a atuação dos gestores públicos em prover os serviços básicos necessários à população, foi criado o Ranking de Competitividade dos Estados, em 2011, pelo Centro de Liderança Pública. O objetivo desse ranking é avaliar a administração pública, bem como auxiliar o cidadão a compreender as principais questões do seu estado. Isso é feito com base em 10 pilares estratégicos, como sustentabilidade ambiental, capital humano, educação, infraestrutura, segurança pública e 68 outros indicadores, sendo esses reavaliados a cada ano.

Segundo o nível de competitividade, o estado de São Paulo lidera o ranking seguido pelo estado de Santa Catarina, com Distrito Federal em terceiro lugar e o Paraná em quarto. Os estados com os menores desempenhos no ranking são o Acre, que assume a última posição, Maranhão, Sergipe e Amapá.
 


Por Rafaela Sousa 
Mundo Educação/ UOL 
 
Os estados do Brasil são, segundo definição do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, entidades autônomas que possuem seus próprios governos, bem como suas próprias constituições. Juntos, formam a República Federativa do Brasil. São também denominados unidades federativas.

O Brasil já passou por diversas regionalizações, as quais mudaram a configuração do território brasileiro ao longo dos anos. A atual regionalização está relacionada com a Constituição Federal de 1988, na qual alguns estados surgiram e outros territórios foram elevados à categoria de estado.

Siglas
Acre: AC
Alagoas: AL
Amapá: AP
Amazonas: AM
Bahia: BA
Ceará: CE
Espírito Santo: ES
Goiás: GO
Maranhão: MA
Mato Grosso: MT
Mato Grosso do Sul: MS
Minas Gerais: MG
Pará: PA
Paraíba: PB
Paraná: PR
Pernambuco: PE
Piauí: PI
Rio de Janeiro: RJ
Rio Grande do Norte: RN
Rio Grande do Sul: RS
Rondônia: RO
Roraima: RR
Santa Catarina: SC
São Paulo: SP
Sergipe: SE
Tocantins: TO
Distrito Federal: DF

Capitais
Acre: Rio Branco
Alagoas: Maceió
Amapá: Macapá
Amazonas: Manaus
Bahia: Salvador
Ceará: Fortaleza
Espírito Santo: Vitória
Goiás: Goiânia
Maranhão: São Luís
Mato Grosso: Cuiabá
Mato Grosso do Sul: Campo Grande
Minas Gerais: Belo Horizonte
Pará: Belém
Paraíba: João Pessoa
Paraná: Curitiba
Pernambuco: Recife
Piauí: Teresina
Rio de Janeiro: Rio de Janeiro
Rio Grande do Norte: Natal
Rio Grande do Sul: Porto Alegre
Rondônia: Porto Velho
Roraima: Boa Vista
Santa Catarina: Florianópolis
São Paulo: São Paulo
Sergipe: Aracaju
Tocantins: Palmas
Distrito Federal: Brasília (capital do país e sede do governo)

Quantos estados tem o Brasil?
Atualmente, o Brasil é dividido em 26 estados e o Distrito Federal, ao todo são 27 unidades federativas. Contudo, o território brasileiro nem sempre foi organizado dessa forma. Entre os anos de 1500 e 1822 (período colonial), o Brasil não existia como uma nação. A parte conhecida do país era de posse do governo português e também do espanhol, tendo sido dividida em capitanias hereditárias.

Por volta de 1789, houve modificações na organização do território com a expansão territorial proporcionada pelo Tratado de Madri, e nomes como Grão-Pará e São Paulo já eram conhecidos no território brasileiro. A partir de 1889, os contornos do Brasil estavam mais próximos dos que conhecemos atualmente. A região do Grão-Pará foi extinta e deu origem à província do Pará e à província do Amazonas. Foi a partir da Proclamação da República, em 1889, que as províncias brasileiras tornaram-se estados, oficializados por meio da Constituição de 1891.

Em 1942, criaram-se o território de Rio Branco (que, depois, elevou-se à categoria de estado e foi nomeado Roraima) e o arquipélago de Fernando de Noronha. A partir de 1943, o Acre torna-se um território administrado pelo governo brasileiro. No ano de 1960, o território do estado de Goiás foi desmembrado, na divisa, do território do estado de Minas Gerais, passando a abrigar então a capital do país, Brasília, sediada no que ficou conhecido como Distrito Federal. No ano de 1962, o território do Acre elevou-se à categoria de estado. No ano de 1977, a parte sul do estado do Mato Grosso deu origem ao estado do Mato Grosso do Sul. Em 1991, foi criado o estado de Rondônia.

A atual configuração do território brasileiro deu-se a partir da Constituição Federal de 1988. Amapá e Roraima foram elevados à categoria de estado. Fernando de Noronha foi integrado ao estado de Pernambuco. O estado de Goiás foi novamente desmembrado e sua porção norte deu origem ao estado do Tocantins.

Regiões do Brasil
O Brasil é dividido, segundo o IBGE, em cinco regiões. Essas representam agrupamentos de estados que possuem características semelhantes, as quais, em conjunto, permitem uma melhor análise e interpretação de dados de suas áreas comuns e, consequentemente, de suas respectivas regiões. Ao contrário dos estados, as regiões não possuem um governo ou representantes jurídicos, representando apenas a união das unidades federativas que se assemelham de acordo com diversos fatores.

1) Norte
É a maior região em extensão territorial, correspondendo a, aproximadamente, 45,2% do território nacional, segundo o IBGE. Compreende sete estados: Amazonas, Acre, Amapá, Tocantins, Pará, Roraima e Rondônia. Para saber mais sobre isso, leia o texto: Região Norte do Brasil

Acre: possui cerca 164.123,738 km² e uma população estimada em 869.265 habitantes. Quem nasce nesse estado é acreano. Possui 22 municípios.

Amazonas: possui, aproximadamente, 1.559.146 km² e uma população estimada em 4.080.611 habitantes. Quem nasce nesse estado é amazonense. Apresenta 62 municípios.

Amapá: possui cerca de 142.828 km² e uma população estimada em 829.494 habitantes. Quem nasce nesse estado é amapaense. Apresenta 16 municípios.

Tocantins: abrange uma área de 277.620 km² e possui uma população estimada em 1.550.194 habitantes. Quem nasce nesse estado é tocantinense. Possui 139 municípios.

Pará: apresenta cerca de 1.247.954 km² e uma população total de 8.578.051 habitantes. Quem nasce nesse estado é paraense. Possui 144 municípios.

Roraima: possui 224.300 km² e uma população de, aproximadamente, 576.568 habitantes. Quem nasce nesse estado é roraimense. Apresenta 15 municípios.

Rondônia: apresenta cerca de 237.590 e uma população estimada em 1.787.279 habitantes. Quem nasce nesse estado é rondoniense. Possui 52 municípios.

2) Nordeste
É a região com maior número de estados e a terceira maior do país, correspondendo a, aproximadamente, 18% do território brasileiro, segundo o IBGE. Compreende nove estados, sendo eles: Maranhão, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Alagoas, Sergipe e Bahia. Para saber mais sobre isso, leia o texto: Região Nordeste do Brasil.

Ceará: tem uma área estimada em 148.920 km² e uma população de 9.075.649 habitantes. Quem nasse nesse estado é cearense. Possui 184 municípios.

Alagoas: possui cerca 27.848 km² e uma população estimada em 3.322.820 habitantes. Quem nasce nesse estado é alagoano. Apresenta 102 municípios.

Bahia: apresenta uma área de 584.733 km² e população de, aproximadamente, 14.812.617 habitantes. Quem nasce nesse estado é baiano. Possui 417 municípios.

Maranhão: possui uma área de, aproximadamente, 331.937 km² e uma população de cerca de 7.035.055 de habitantes. Quem nasce nesse estado é maranhense. Apresenta 217 municípios.

Paraíba: abrange uma área de 56.469 km² e tem de 3.996.496 habitantes. Quem nasce nesse estado é paraibano. Possui 223 municípios.

Pernambuco: compreende uma área de, aproximadamente, 98.149 km² e tem cerca de 9.496.294 de habitantes. Quem nasce nesse estado é pernambucano. Possui 185 municípios.

Piauí: possui 251.577 km², aproximadamente, e uma p

opulação de 3.264.531 habitantes. Quem nasce nesse estado é piauiense. Apresenta 224 municípios.

Rio Grande do Norte: abrange uma área de, aproximadamente, 52.811 km² e tem uma população total de 3.479.010 habitantes. Quem nasce nesse estado é norte-rio-grandense ou potiguar. Possui 167 municípios.

Sergipe: possui uma área de cerca de 21.915 km² e um total de 2.278.308 habitantes. Quem nasce nesse estado é pernambucano. Apresenta 75 municípios.

3) Centro-Oeste
É a segunda maior região do Brasil, territorialmente, com uma área de cerca de 1.606.403 km². Compreende três estados, sendo eles: Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. Além deles, nessa região localiza-se também o Distrito Federal. Para saber mais sobre isso, ler o texto: Região Centro-Oeste do Brasil.

Goiás: compreende uma área de 340.111 km² e uma população estimada em 6.991.161 habitantes. Quem nasce nesse estado é goiano. Possui 246 municípios.

Mato Grosso: possui uma área de 903.378 km² e, aproximadamente, 3.441.998 habitantes. Quem nasce nesse estado é mato-grossense. Possui 141 municípios.

Mato Grosso do Sul: abrange uma área de, aproximadamente, 357.145 km² e uma população total de 2.478.023 habitantes. Quem nasce nesse estado é sul-mato-grossense. Possui 77 municípios.

- Distrito Federal (unidade federativa): possui cerca de 5.779 km² e uma população total de 3.039.444 habitantes. Quem nasce no Distrito Federal é brasiliense.

4) Sudeste
É a segunda menor região do país em extensão territorial, ao passo que é a região de maior relevância econômica, considerada o centro de desenvolvimento do Brasil, responsável por cerca de 55,2% do Produto Interno Bruto. É composta por quatro estados: Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo. Para saber mais sobre isso, leia o texto: Região Sudeste do Brasil.

Espírito Santo: possui uma área de 46.095 km² e uma população total de 4.016.356. Quem nasce nesse estado é capixaba ou espírito-santense. Apresenta 78 municípios.

Minas Gerais: apresenta uma área de 586.522 km² e cerca de 21.119.536 de habitantes. Quem nasce nesse estado é mineiro. Possui 853 municípios.

Rio de Janeiro: compreende uma área de, aproximadamente, 43.780 km² e uma população total de 16.718.956 habitantes. Quem nasce nesse estado é fluminense. Possui 92 municípios.

São Paulo: abrange uma área de 248.222 km² e um total aproximado de 45.538.936 habitantes. Quem nasce nesse estado é paulista. Possui 645 municípios.

5) Sul
É a menor região do Brasil em extensão territorial correspondendo a, apenas, 6,8% do território brasileiro. Compreende três estados: Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

Paraná: apresenta uma área de, aproximadamente, 199.307 km² e uma população total de 11.348.937 habitantes. Quem nasce nesse estado é paranaense. Possui 399 municípios.

Santa Catarina: abrange uma área de 95.736 km² e apresenta uma população total de 6.910.553 habitantes. Quem nasce nesse estado é catarinense. Possui 295 municípios.

Rio Grande do Sul: compreende uma área de, aproximadamente, 281.730 e uma população total de 11.329.605 habitantes. Quem nasce nesse estado é gaúcho ou sul-rio-grandense. Possui 497 municípios.

Principais estados brasileiros
Para pautar a atuação dos gestores públicos em prover os serviços básicos necessários à população, foi criado o Ranking de Competitividade dos Estados, em 2011, pelo Centro de Liderança Pública. O objetivo desse ranking é avaliar a administração pública, bem como auxiliar o cidadão a compreender as principais questões do seu estado. Isso é feito com base em 10 pilares estratégicos, como sustentabilidade ambiental, capital humano, educação, infraestrutura, segurança pública e 68 outros indicadores, sendo esses reavaliados a cada ano.

Segundo o nível de competitividade, o estado de São Paulo lidera o ranking seguido pelo estado de Santa Catarina, com Distrito Federal em terceiro lugar e o Paraná em quarto. Os estados com os menores desempenhos no ranking são o Acre, que assume a última posição, Maranhão, Sergipe e Amapá.
 

Conheça outras atividades

Saiba Mais