• banner bolsa de estudo
  • banner aprovação medicina
  • banner aprovados unicamp

Tira Dúvidas

  • Compartilhar
  • Oficina do Estudante no Facebook
  • Oficina do Estudante no Twitter
  • Imprimir Imprimir

Entenda como música cai no Enem

27 de Setembro de 2012

Analisamos todas as edições do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) e verificamos que música é frequentemente cobrada no exame. Veja como o tema pode aparecer e quais são as principais habilidades cobradas nas questões. Provas do Enem acontecem nos dias 3 e 4 de novembro

Seja na interpretação de texto ou na prova de inglês, várias letras de músicas já foram utilizadas no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) com o intuito de avaliar a reflexão dos candidatos sobre o tema abordado na canção. Para interpretar melhor uma música, o estudante tem de mergulhar na cultura do país de origem, na época em que ela foi escrita e, principalmente, na mensagem que ela quer passar.

Cobrar a interpretação de músicas na prova do Enem nada mais é do que questionar o candidato sobre a sua visão de mundo e repertório cultural. De acordo com Marcilio Bittencourt Gomes Jr., professor de literatura da Oficina de Estudante, o Enem é uma releitura dos vestibulares federais, e utilizar músicas nas provas comprova que o exame está sendo moldado de acordo com as provas das instituições tradicionais como, por exemplo, USP, UNESP e Unicamp. "Usar música na prova não é uma novidade. A UNESP, por exemplo, faz o uso de canções em sua prova sistematicamente", explica.

Entre os principais autores brasileiros estão Chico Buarque e Gilberto Gil. Entretanto, a comissão organizadora é bem eclética em relação à seleção de músicas feitas para a prova. Na edição de 2007, por exemplo, os textos fornecidos como base para a redação foram duas músicas de rock: "Ninguém = Ninguém", do grupo Engenheiros do Hawaii, e "Uns Iguais Aos Outros", dos Titãs. Na edição de 2010 mais uma banda de rock foi selecionada para compor o exame. Dessa vez a escolhida foi "Viva La Vida", do grupo britânico Coldplay, utilizada na prova de inglês.

Antes de começar a interpretar a música procure identificar o nome do autor e a época em que ela foi escrita. Depois, é preciso relacionar os acontecimentos históricos da época com os temas que estão sendo pedidos na questão. A dica é criar conexões entre os acontecimentos históricos e o que está sendo pedido no exame. Isso irá facilitar a sua interpretação e, consequentemente, ajudá-lo a solucionar a situação problema. Muitas vezes, a resposta pode estar no próprio texto ou até mesmo na pergunta.

Cabe ao candidato desenvolver a habilidade de relacionar as músicas com os temas cobrados na prova. Para isso, você precisa diversificar a sua leitura lendo e analisando todos os tipos de texto, desde jornais até revistas em quadrinhos. A leitura é sempre a base para realizar o processo de interpretação e uma boa redação.


Sobre o a prova do Enem

O Enem tem quatro provas objetivas, cada uma com 45 questões de múltipla escolha e uma redação. As provas são interdisciplinares, e vão tratar de quatro áreas de conhecimento do ensino médio. O Enem 2012 será realizado nos dias 3 e 4 de novembro.


Analisamos todas as edições do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) e verificamos que música é frequentemente cobrada no exame. Veja como o tema pode aparecer e quais são as principais habilidades cobradas nas questões. Provas do Enem acontecem nos dias 3 e 4 de novembro

Seja na interpretação de texto ou na prova de inglês, várias letras de músicas já foram utilizadas no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) com o intuito de avaliar a reflexão dos candidatos sobre o tema abordado na canção. Para interpretar melhor uma música, o estudante tem de mergulhar na cultura do país de origem, na época em que ela foi escrita e, principalmente, na mensagem que ela quer passar.

Cobrar a interpretação de músicas na prova do Enem nada mais é do que questionar o candidato sobre a sua visão de mundo e repertório cultural. De acordo com Marcilio Bittencourt Gomes Jr., professor de literatura da Oficina de Estudante, o Enem é uma releitura dos vestibulares federais, e utilizar músicas nas provas comprova que o exame está sendo moldado de acordo com as provas das instituições tradicionais como, por exemplo, USP, UNESP e Unicamp. "Usar música na prova não é uma novidade. A UNESP, por exemplo, faz o uso de canções em sua prova sistematicamente", explica.

Entre os principais autores brasileiros estão Chico Buarque e Gilberto Gil. Entretanto, a comissão organizadora é bem eclética em relação à seleção de músicas feitas para a prova. Na edição de 2007, por exemplo, os textos fornecidos como base para a redação foram duas músicas de rock: "Ninguém = Ninguém", do grupo Engenheiros do Hawaii, e "Uns Iguais Aos Outros", dos Titãs. Na edição de 2010 mais uma banda de rock foi selecionada para compor o exame. Dessa vez a escolhida foi "Viva La Vida", do grupo britânico Coldplay, utilizada na prova de inglês.

Antes de começar a interpretar a música procure identificar o nome do autor e a época em que ela foi escrita. Depois, é preciso relacionar os acontecimentos históricos da época com os temas que estão sendo pedidos na questão. A dica é criar conexões entre os acontecimentos históricos e o que está sendo pedido no exame. Isso irá facilitar a sua interpretação e, consequentemente, ajudá-lo a solucionar a situação problema. Muitas vezes, a resposta pode estar no próprio texto ou até mesmo na pergunta.

Cabe ao candidato desenvolver a habilidade de relacionar as músicas com os temas cobrados na prova. Para isso, você precisa diversificar a sua leitura lendo e analisando todos os tipos de texto, desde jornais até revistas em quadrinhos. A leitura é sempre a base para realizar o processo de interpretação e uma boa redação.


Sobre o a prova do Enem

O Enem tem quatro provas objetivas, cada uma com 45 questões de múltipla escolha e uma redação. As provas são interdisciplinares, e vão tratar de quatro áreas de conhecimento do ensino médio. O Enem 2012 será realizado nos dias 3 e 4 de novembro.