• banner bolsa de estudo
  • banner aprovação medicina
  • banner aprovados unicamp
  • banner aprovados

Tira Dúvidas

  • Compartilhar
  • Oficina do Estudante no Facebook
  • Oficina do Estudante no Twitter
  • Imprimir Imprimir

2012 – Por que associam o Calendário Maia ao fim do mundo?

03 de Outubro de 2011


A idéia de que o mundo acabaria em 21 de dezembro de 2012, data do solstício de verão (hemisfério sul) e inverno (hemisfério norte), é fruto de uma interpretação errônea e sensacionalista do calendário Maia.

Conforme as inscrições do calendário Maia original (pedra calcária, esculpida com martelo e cinzel), o máximo que se pode depreender é que em dezembro de 2012 teríamos o término de um ciclo, assinalando eventuais mudanças bastante significativas.


Os Maias tinham, em linhas gerais, uma noção de tempo cíclico e utilizavam vários calendários, que, embora tivessem sentidos bastante práticos, guardavam profundos significados religiosos. Assim, cada calendário representava um conjunto de ciclos espirituais, mesmo quando tratava de assuntos relativos à agricultura, transações comerciais, atividades sociais e administrativas.

Portanto, as inscrições relativas a 2012, vistas em conjunto com a noção de tempo dos Maias e o significado sócio – espiritual de seus calendários, não podem ser tidas como anunciadoras do fim do mundo, mas apenas como término de um ciclo e início de outro, com modificações importantes.


O mais importante é refletirmos sobre a quem interessa a divulgação de bobagens pseudo – científicas. E o lançamento de um blockbuster, tratando do eventual fim do mundo em 2012, nos dá muitas pistas sobre tais interesses.

Fonte: Célio Tasinafo – Diretor Pedagógico do Colégio e Cursinho Oficina do Estudante


Oficina do Estudante
Cursinho Pré-Vestibular e Ensino Médio de Campinas
www.oficinadoestudante.com.br



A idéia de que o mundo acabaria em 21 de dezembro de 2012, data do solstício de verão (hemisfério sul) e inverno (hemisfério norte), é fruto de uma interpretação errônea e sensacionalista do calendário Maia.

Conforme as inscrições do calendário Maia original (pedra calcária, esculpida com martelo e cinzel), o máximo que se pode depreender é que em dezembro de 2012 teríamos o término de um ciclo, assinalando eventuais mudanças bastante significativas.



Os Maias tinham, em linhas gerais, uma noção de tempo cíclico e utilizavam vários calendários, que, embora tivessem sentidos bastante práticos, guardavam profundos significados religiosos. Assim, cada calendário representava um conjunto de ciclos espirituais, mesmo quando tratava de assuntos relativos à agricultura, transações comerciais, atividades sociais e administrativas.

Portanto, as inscrições relativas a 2012, vistas em conjunto com a noção de tempo dos Maias e o significado sócio – espiritual de seus calendários, não podem ser tidas como anunciadoras do fim do mundo, mas apenas como término de um ciclo e início de outro, com modificações importantes.



O mais importante é refletirmos sobre a quem interessa a divulgação de bobagens pseudo – científicas. E o lançamento de um blockbuster, tratando do eventual fim do mundo em 2012, nos dá muitas pistas sobre tais interesses.

Fonte: Célio Tasinafo – Diretor Pedagógico do Colégio e Cursinho Oficina do Estudante


Oficina do Estudante
Cursinho Pré-Vestibular e Ensino Médio de Campinas
www.oficinadoestudante.com.br

Conheça outras atividades

Saiba Mais