Os movimentos “anti-americanos” no mundo árabe - Oficina do Estudante - Cursinho - Pré-vestibular - Colégio Ensino Médio Campinas - UNICAMP, FUVEST, ENEM, UNESP, MEDICINA, VESTIBULAR 2017

TIRA DÚVIDAS

OS MOVIMENTOS “ANTI-AMERICANOS” NO MUNDO ÁRABE
Os movimentos “anti-americanos” no mundo árabe - Curso Pré Vestibular Campinas e Ensino Médio Campinas OFICINA DO ESTUDANTE

Os movimentos “anti-americanos” no mundo árabe - Curso Pré Vestibular Campinas e Ensino Médio Campinas OFICINA DO ESTUDANTE

Os movimentos “anti-americanos” no mundo árabe - Curso Pré Vestibular Campinas e Ensino Médio Campinas OFICINA DO ESTUDANTE

Um vídeo produzido por um norte-americano foi motivo de manifestações atos violentos contra embaixadas norte americana no mundo árabe e no norte da África.

Os protestos “anti-norte americanos” tiveram início no último dia 11/09 na Líbia, deixando o embaixador dos EUA morto e outro funcionário da embaixada ferido.

As manifestações tiveram início após a divulgação de um vídeo, que segundo líderes muçulmanos, satiriza e ridiculariza a imagem do profeta muçulmano Maomé. O vídeo seria o trailer do filme intitulado “A inocência dos Mulçumanos”, produzido pelo Sam Bacile, produtor e diretor norte americano.

Estima-se que desde a divulgação do vídeo pelo menos 12 pessoas já morreram no mundo árabe e 244 ficaram feridos. Os protestos iniciados na Líbia já se espalharam pelo Irã, Marrocos, Tunísia, Iraque, Egito, Iêmen e Faixa de Gaza.

Após os ataques às embaixadas americanas, a Embaixada da Alemanha em Cartum (Capital do Sudão) também foi alvo de manifestantes. Mais de 5 mil islâmicos atearam fogo nas bandeiras e atacaram os seguranças presentes, o protesto foi uma resposta a chanceler Angela Merkel, que segundo o governo Sudanês, permitiu uma manifestação em agosto, de ativistas de direita que exibiam caricaturas do profeta Maomé.

No Egito, o grupo Irmandade Islâmica, a principal força política no país, pediu por protestos pacíficos, mas os revoltosos acabaram atacando as embaixadas americanas no Cairo, capital do país.

Em resposta ao movimento a secretaria de estado, Hillary Clinton, lamenta os ataques e disse: “Os Estados Unidos lamentam qualquer esforço para denegrir crenças religiosas, mas deixe-me ser clara: nunca há qualquer justificativa para atos violentos como este”.

Essa onda de manifestações no mundo árabe criou um novo desafio a política externa do presidente americano, Barack Obama, que está concorrendo à reeleição em 2013.




Oficina do Estudante| Cursinho Pré-Vestibular e Ensino Médio de Campinas
www.oficinadoestudante.com.br
VEJA MAIS



Curso Pré-Vestibular em Campinas Oficina do Estudante
Cursinho Pré-Vestibular e Ensino Médio Campinas
Av. Brasil, 601 - Campinas/SP Fone: 19-3241.6688 - Cep: 13073-012